Agentes e técnicos do Cenam apresentam reivindicações

0

Conforme o acordo feito na reunião emergencial ocorrida na última sexta-feira, 17, no auditório do Centro de Atendimento ao Menor (Cenam), os agentes de segurança e técnicos sociais que trabalham nas unidades de medidas sócio-educativas ligadas à Fundação Renascer entregaram hoje, 22, em audiência no Ministério Público de Sergipe uma pauta de reivindicações.

O documento, com as reivindicações, foi exposto no Ministério Público e cópias foram entregues aos representantes das Secretarias de Inclusão e da Justiça, além da Fundação Renascer.

Os agentes e os técnicos solicitam: equipamentos de segurança (escudos anti-motim, detectores de metal, capa para chuva, algemas, lanternas, luvas e rádios transmissores); procedimentos utilizados para devolução de funcionários; definição dos objetivos e finalidades do convênio entre a Secretaria de Estado da Inclusão Social/ Fundação Renascer e a Secretaria de Estado da Justiça (Sejuc) e criação do Departamento Sócio-educativo dentro da Sejuc e aumento do efetivo de segurança.

Condições de trabalho

Na pauta de reivindicação dos agentes de segurança e os técnicos sociais consta ainda a solicitação de melhores condições de trabalho. Através da finalização das obras de reforma do Cenam e revisão da estrutura física de todas as unidades, veículo para o transporte dos internos e funcionários, capacitação, cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta do Casa de Semi-Liberdade do posto de saúde, contratação de instrutores, aquisição de material para os adolescentes (higiene, fardamento, lúdico, etc.) e alimentação em quantidade e de qualidade.

Por Paulo Rolemberg

Comentários