Bancários tentam reabrir negociações

0

A Executiva Nacional da Confederação Nacional dos Bancários – CNB – encaminha ainda hoje uma carta com a contraproposta de reajuste salarial para a Federação Nacional de Bancos – Fenaban – e para as direções dos bancos públicos com o pedido de reabertura das negociações. Os bancários analisaram seis propostas apresentadas em assembléias regionais e definiram por um reajuste de 19% e não mais 25% como constava na proposta inicial.

 

A Executiva irá reivindicar um abono de R$ 1.500 para todos os bancários e o não desconto dos dias parados. Segundo a Assessoria de Imprensa da Fenaban, a entidade já sabia da possibilidade desta nova proposta e a Coordenadoria de Negociações Trabalhistas havia declarado, na semana passada, que mesmo um reajuste de 19% feito pela categoria representa o dobro do valor que os bancos aceitam pagar.

Para os funcionários dos bancos públicos, a direção dos bancários solicita a reabertura das negociações dos pontos específicos com as direções de Banco do Brasil, Caixa, Banco da Amazônia e Banco do Nordeste. As reivindicações são as mesmas definidas nos congressos específicos e já encaminhadas aos bancos. Segundo a Assessoria de Imprensa da CNB ainda não há uma definição de data para uma nova reunião com a direção da Fenaban.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais