Banese encaminha carta ao Sindicato dos Bancários

0

A direção do Banco do Estado de Sergipe (Banese) encaminhou, ontem, 12, ao Sindicato dos Bancários, carta em que o banco se compromete a manter, até 31 de agosto deste ano, todos os compromissos assumidos em reunião realizada na sexta-feira, 8, com os dirigentes da entidade sindical.

O sindicato irá se reunir na próxima quinta-feira, 21, em assembléia com os banesianos e irão discutir o conteúdo da carta. De antemão, José Souza, presidente do sindicato afirma que as expectativas foram um pouco frustradas, já que neste documento, apesar do Banese ter se comprometido a atender as cláusulas anteriores, não sinalizou o atendimento de nenhuma reinvidicação que está na nova minuta. Segundo Souza, algumas delas não representariam custos ao banco, a exemplo da regulamentação da transferência de funcionários.

Confira abaixo os termos da carta, subscrita pelo presidente do Banese, João Andrade, e dirigida ao presidente do Sindicato dos Bancários:

1 – O Banco do Estado de Sergipe, através da presente comunicação, compromete-se a manter, até 31/08/08, os compromissos constantes nas cláusulas segunda até a nona, cláusula décima segunda e cláusula décima terceira, existentes no acordo coletivo complementar de trabalho 2006/2007 – condições específicas do Banese, firmado em 31/10/06 e expirado em 31/08/07, que vêem sendo mantidos pelo Banese até o presente momento, em função das negociações em andamento.

2 – Quanto às demais reivindicações contidas na minuta de acordo em referência, entendemos que não há condições do Banese atender, no momento, pelos motivos que foram explicados em nossa última reunião, ao tempo em que propõe que as mesmas sejam reapresentadas por ocasião das negociações do próximo acordo coletivo de trabalho 2008/2009, em conjunto com a minuta geral das reivindicações da categoria bancária.

3 – Enfatizamos a disposição da administração do Banese em manter um permanente diálogo com a entidade sindical que representa os seus colaboradores, objetivando avaliar as questões que digam respeito aos interesses específicos dos mesmos, sempre tendo como referência maior as limitações técnicas e econômicas/financeiras da empresa, de forma a não colocar em risco a manutenção dessa importante instituição financeira.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais