Banese investe RS 10 milhões em acessibilidade

0

Deficiente demonstra utilização de um caixa eletônico adaptado
Durante solenidade na manhã desta quinta-feira, 24, a diretoria do Banese apresentou o resultado dos investimentos feitos na adaptação de suas agências bancárias para atender aos critérios de acessibilidade. Na ocasião, também foi apresentada a campanha publicitária que passa a ser veiculada nas emissoras de TV. O evento aconteceu na agência Antônio Carlos Franco, no Jardins.

Segundo Rodrigo Corumba, diretor Administrativo e de Tecnologia do Banese, já foram investidos R$ 5 milhões nas melhorias, e outros R$ 5 mi serão aplicados em adaptações até o final do ano. Entre as modificações feitas nos canais de autoatendimento, estão a instalação de piso táctil, para guiar os deficientes visuais, e caixas eletrônicos adaptados aos deficientes auditivos.

Segundo Corumba, mais R$ 5 mi serão investidos até o fim do ano
“O Banese tem 100% de seus caixas eletrônicos prontos para receber as pessoas com deficiência. No caso dos deficientes visuais, os caixas de autoatendimento têm agora um sinalizador de voz, para possibilitar que o usuário tenha pleno acesso aos serviços e produtos dos bancos. Além disso, foi instalado o piso táctil em todas as agências, bem como placas de sinalização em braile. Tudo isso foi pensado e realizado para trazer autonomia aos clientes com as mais diversas necessidades especiais”, conta Corumba.

“Banese é referência mundial”

De acordo com o presidente do Banese, Saumíneo Nascimento, o Banco do Estado de Sergipe é uma referência mundial, uma vez que, em suas viagens internacionais, o presidente não observou

Presidente do Banese, Saumíneo Nascimento
em nenhuma instituição bancária os critérios de acessibilidade amplamente adotados nas agências Banese.

“Na data em que comemoramos a Semana da Acessibilidade em todo o país, é com muito orgulho que afirmo que hoje nossa instituição é uma referência mundial no comprometimento e respeito com a diversidade e as necessidade de seus clientes. Não é à toa que se tornou o primeiro banco do estado com canais de atendimento totalmente adaptados às pessoas com deficiência. É o Banese mais uma vez cumprindo seu papel social”, declara Sumíneo, destacando que todas as agências de Aracaju e do interior do Estado já estão devidamente adaptadas.

Aleanderson Augusto testa o piso tácltil na agência do Banese
Convênios

Ainda na solenidade, a diretoria do Banese assinou protocolos de intenções com instituições sergipanas que cuidam de causas dos portadores de deficiências.

A Associação dos Deficientes Visuais de Sergipe (Adevise) e o Instituto Pedagógico de Apoio à Educação dos Surdos de Sergipe (Ipaese) foram as instituições contempladas pelo convênio firmado, e vão continuar recebendo apoio financeiro do Instituto Banese para realizar suas atividades de inclusão.

Comentários