Cimento de Sergipe é vendido a R$ 10 em Brasília

0

Este portal de noticias divulgou e-mail enviado pelo engenheiro e professor Marco Epade, considerando um fato normal os preços praticados pelas fábricas de cimento de Sergipe com relação àqueles que são praticados em outros Estados. Ele justifica o preço pelo fato de que o cimento é uma comodities, e como tal está muito próximo das leis do mercado.

A gente até aceita as explicações – tanto que a divulgamos na íntegra, para que o internauta tivesse acesso a um texto muito bem escrito e com argumentos suficientes para dar continuidade ao tema preço do cimento que estamos sustentando há algumas semanas.

O que não se consegue entender, porém, é que o cimento saia da fábrica Nassau (leia-se grupo João Santos) de Laranjeiras – onde é vendido a R$ 15,10 para as construtoras e R$ 18 e 20 para o consumidor final sergipano – pague transporte (são R$ 3 por saca para a Capital Federal e outras cidades do sul do País) e o cimento seja vendido lá a R$ 10 a saca.

O deputado José Carlos Machado prepara-se para fazer uma denúncia neste sentido, já que estaria de posse de notas fiscais comprovando tal fato, a partir do dia 22, quando se instala na Câmara Federal a Comissão de Defesa do Consumidor.

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais