Taxista morto: SSP trabalha com hipótese de roubo

0
Taxista morre no local do crime e criança é atingida (Foto: Divulgação Subtenente Silveira/ 2ª CIPM)

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de latrocínio, o crime praticado contra o taxista Carlos Alberto Santos Júnior, morto a tiros na terça-feira, 19, no povoado Olhos D´Água, na Barra dos Coqueiros. O filho do taxista, uma criança de apenas 12 anos de idade, estava com o pai e foi atingido pelos disparos da arma de fogo utilizada na prática do crime. Os disparos atingiram o maxilar da criança, que recebe atendimento médico no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).

De acordo com informações da assessoria de imprensa da SSP, o caso está sendo investigado pela delegada Juliana Alcoforado, do Departamento de Crimes contra o Patrimônio (Depatri), considerando que os autores do crime levaram o veículo da vítima. A delegada já ouviu a família das vítimas e também pessoas próximas à família.

por Cassia Santana

Comentários