Descarte de lixo da construção civil será monitorado

0
Sema está cadastrando as empresas que atuam com o descarte de RCCvs (Foto: Sema)

O descarte irregular de resíduos da construção civil e volumosos (RCCVs) passará a ser monitorado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), que irá fiscalizar a atuação de todas as empresas que fazem este tipo de serviço. A regularização dessas empresas está em andamento e o prazo final para o cadastramento se encerra no dia 22. O assunto foi discutido nesta quinta-feira, 17, durante reunião entre empresários e representantes da Sema.

A principal preocupação da Sema é com as pequenas áreas de lixo que foram criadas na capital, principalmente, após o fechamento do aterro do Santa Maria, quando foi estabelecido que o descarte de RCC’s deve ser feito através de empresas privadas.

“Tivemos um aumento tremendo no descarte irregular em Aracaju. Os resíduos são adicionados nas ruas, vias de trânsito, canteiros e terrenos baldios. Aparentemente ele é visto como pouco danoso, mas ele induz na população o desejo de jogar lixo comum também”, revela o coordenador de Saneamento Ambiental (Cosam) da Sema, Américo Azevedo.

Coordenador de Saneamento Ambiental (Cosam) da Sema, Américo Azevedo, alerta para o fim do prazo para o cadastramento das empresas (Foto: Portal Infonet)

Entre os pontos de lixo identificados pela Sema estão a avenida Visconde de Maracaju, um terreno nas proximidades do Batistão, além de áreas na Zona de Expansão, como a Rota de Fuga e diversas ruas do Povoado Areia Branca. “São locais estratégicos que tornaram-se pontos de descarte de resíduos e o município tem todo um gasto para remover esse material, fora o gasto com a coleta pública”, alerta Américo.

Cadastramento

Todas as empresas transportadoras de resíduos da construção civil e volumosos que atuam em Aracaju devem ter um registro junto à Cosam/Sema. Com este cadastramento, é possível que a Sema faça o monitoramento e o combate ao descarte irregular dos resíduos. “A gente passa a ter todo um sistema monitorado. Não é necessário sair da secretaria para fazer o monitoramento de como está o caminhão e se ele está indo descartar na estação informada. Isso viabiliza o impedimento destes descartes irregulares”, destaca.

Vale lembrar que o dia 22 de setembro é o prazo final para que todas as empresas regularizem sua situação cadastral e sejam autorizadas a atuar em Aracaju. Aqueles que não se cadastrarem ficarão em situação irregular. Os empresários devem procurar a Sema, que fica na Avenida Pedro Paes Azevedo, nº 853, bairro Salgado Filho. Informações podem er obtidas através do telefone (79) 3246 6461.

Por Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais