Donos de locadoras vão ao Ministério Público

0

As locadoras de vídeo e DVD da cidade se movimentam. Ontem, 29, fizeram assembléia geral para recriação da associação de vídeo-locadoras e hoje, 30, pela manhã têm audiência no Ministério Público Estadual.

O objetivo é pedir um combate mais efetivo à pirataria que tanto está prejudicando o negócio das pequenas e micro empresas que se dedicam à locação de vídeos e DVDs. Enquanto a pirataria aumenta a cada dia – um filme pirata é comprado ao preço de $ 5 ou três por apenas R$ 10 –  as locadoras compram os filmes à R$ 120.

Isto sem falar que os piratas põem nas ruas lançamentos recentes do cinema. “Duro de Matar 4.0” ainda está em cartaz na cidade mas já pode ser adquirido nas mãos dos pirateiros que rodam a cidade oferecendo os produtos.

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais