Dor e tristeza marcam velório da doméstica

0

Família se despede de Vanuza(Fotos:Portal Infonet)
Muita comoção e tristeza marcaram o velório da empregada doméstica Vanuza Silva dos Santos, que morreu na manhã de segunda, 26, após uma marquise ter desabado sobre ela e os dois filhos. “Tenho que pedir forças a Deus para tocar a vida e fazer de tudo para criar bem os meus filhos”, desabafa em meio às lágrimas o viúvo, João Batista Nascimento.

João Batista, que tem cinco filhos e está desempregado, disse que não pretende mover nenhum tipo de ação. “Não quero processar ninguém, não penso em procurar nenhum advogado, porque nada vai trazer minha mulher de volta, nada vai aliviar a dor dos meus filhos” ressalta.

Filha, que estava com a mãe na hora do acidente, chorava ao lado do caixão
O viúvo ainda relatou que no momento do acidente, Vanuza estava indo até a Assembléia Legislativa pedir ajuda. “Ela ia tentar falar com uma deputada para pagar a conta de energia, porque a gente tava sem dinheiro e as contas atrasadas”, revela.

O marido de Vanuza ainda ressaltou que no momento que tomou conhecimento do que tinha acontecido, entrou em desespero. “ Não sabia o que fazer, porque não tinha nenhum dinheiro no bolso e soube que os meninos estavam no hospital e ela morta, fiquei desesperado”, conta com voz embargada.

Filhos

A menina mostra as marcas do acidente
Os dois filhos de Vanuza, que estavam com a mãe no momento do acidente, estiveram presentes no velório e ainda relembravam os momentos de desespero. “A gente nem viu direito como foi, só um monte de pedra e areia caindo”, relata o L.L.S.S, de 9 anos

A filha mais velha de Vanuza, com apenas 12 anos, visivelmente abalada, consolava os irmãos mais novos. “Não sei o que a gente vai fazer, eu gostava de minha mãe”, desabafava em prantos, L.S.S

Loja

A representante da loja Esplanada [que não está autorizada a conceder entrevista] acompanhou e assistiu a família durante o velório. O corpo de Vanuza foi sepultado no cemitério São João Batista, por volta das 9h30 dessa terça-feira, 27.

Por Alcione Martins e Carla Sousa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais