Ex-presidiário é morto por vizinho na zona rural de Umbaúba

0
Escopeta de fabricação caseira é encontrada ao lado do corpo (Foto: Ascom SSP)

Um ex-presidiário conhecido como “Corrupto” foi morto a tiros durante uma briga na zona rural de Umbaúba. De acordo com informações do delegado Paulo Cristiano Ricarte, o homicídio foi elucidado e o autor do disparo deve se apresentar ainda nesta terça-feira, 16, na Delegacia de Polícia Civil da cidade. O autor do disparo é comerciante e possui propriedade na zona rural e teria tido uma desavença com o ex-presidiário, que é vizinho dele no povoado Barrinha.

As circunstâncias do homicídio ainda não foram devidamente esclarecidas. O delegado está aguardando o comparecimento do autor do disparo na Delegacia para dar prosseguimento à investigação. De acordo com o delegado, os dois estavam armados, mas ainda não está claro se apenas a arma do comerciante foi disparada ou se houve uma troca de tiros no local.

Este episódio foi registrado na manhã da segunda-feira, 15. De acordo com informações do delegado, o ex-presidiário João Batista de Oliveira, 29, era conhecido como Corrupto e residia em Poço Verde. Ele cumpria pena por tentativa de homicídio ocorrido naquele município e estava em liberdade condicional.

Corrupto saiu de Poço Verde e foi residir em Umbaúba, mas constantemente entrava em desavença com o vizinho, conforme os primeiros levantamentos realizados pela equipe do delegado Paulo Cristiano. Nesse último desentendimento, ambos estavam armados. A arma que estava com a vítima, uma escopeta de calibre 12 de fabricação caseira, foi encontrada ao lado do corpo do ex-presidiário.

O delegado acredita que o comerciante estava armado com um revólver de calibre 38, de onde partiu o disparo que atingiu a vítima, e acredita que a arma usada nesse homicídio deverá ser apresentada no momento que o comerciante comparecer à Delegacia para prestar depoimento. O delegado está analisando as circunstâncias do crime para definir o encaminhamento que dará ao inquérito policial.

Por Cassia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais