Excedentes do concurso da Polícia Militar não serão convocados

0

Não há mais validade do concurso da PM
Em coletiva à imprensa, o coronel José Péricles Oliveira informou que não há possibilidade de convocar os 500 excedentes do concurso da Polícia Militar, realizado em 2006, uma vez que o prazo de convocação já foi extrapolado.

 

Segundo informações do coronel, a validade do concurso era de um ano, sendo prorrogável por mais dois anos. No entanto, com a mudança de Governo, as informações sobre o concurso não foram passadas de forma coerente, invalidando a convocação de 500 excedentes.

 

“A Procuradoria Geral do Estado emitiu um parecer informando que o concurso não poderá ser prorrogado. Ainda não conversamos com o governador Marcelo Déda, mas vamos pedir um novo concurso para suprir as necessidades da PM. A falha foi do Estado como um todo”, disse Péricles.

 

Sobre o novo concurso, Péricles informou que é pouco provável a realização ainda este ano. “Os processos preparatórios podem ser feitos ainda este ano, mas as provas só serão realizadas posteriormente”, afirmou o coronel Péricles.

 

Após a audiência com o governador do Estado, uma nova coletiva será realizada para informar as procedências do novo concurso.

Comentários