Família procura pai com Alzheimer desaparecido há três dias

0
O aposentado Carlos Volnei Nunes da Silva, de 67 anos, está desaparecido desde a manhã do dia 14 de janeiro desde ano (Foto: Arquivo/ Família)

O aposentado Carlos Volnei Nunes da Silva, de 67 anos, está desaparecido desde a manhã do dia 14 de janeiro desde ano. Segundo informações da filha, Jorgeana Nunes, ele saiu de casa escondido por volta das 08h trajando uma bermuda beje, chinelo e uma camisa polo cinza escura.

Jorgeana conta que o pai está com início de Alzheimer e sempre tinha o costume de sair de casa. “Talvez por conta da doença, ele só queria sair sozinho, não gostava de companhia”, explica. No dia do desaparecimento, ela relata que o pai aproveitou o momento que a mãe tinha saído de casa para pegar a chave, abrir o portão e sair. “Por conta desse costume de sair sozinho nós havíamos mudado as fechaduras das portas”, esclarece. “Antes de sair minha mãe o deixou dormindo. Mas agora estamos pensando que ele possa ter fingido para aproveitar a ausência de minha mãe para sair”, completa.

Ainda segundo a filha, Carlos costuma andar pela Av. Beira Mar, Coroa do Meio, e Aeroporto. “Certamente ele deve está andando pelas ruas perdido, sem saber voltar para casa. Quem o encontrar, além de entrar em contato conosco, ajudaria muito também se ficasse um pouquinho com ele até chegarmos ao local”, diz.

Quem tiver informações que possam levar ao Carlos Volnei, deve entrar em contato com a família pelos números: (79) 9 9938-3112/ (79) 9873-6457/ (79) 98129-6901.

por João Paulo Schneider e Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais