Governador quer diálogo sobre a transposição

0

Durante reunião ocorrida hoje, 31, com a Caravana Nacional contra a Transposição do Rio São Francisco, o governador de Sergipe, Marcelo Déda (PT) pregou o diálogo entre os favoráveis e os contrários ao projeto do Governo Federal de transpor as águas do ‘Velho Chico’.

“Farei todo meu esforço para permitir que o Governo Federal abra um diálogo com os movimentos, com os técnicos, com as autoridades que são críticas à transposição do São Francisco, do mesmo modo que criemos as condições para que governadores e movimentos do Nordeste que estão divididos em contra e a favor possam reunir-se para discutir, até a exaustão, a respeito dessa transposição”, afirmou Marcelo Déda.

Déda se disse contrário à transposição e afirmou que não se pode aceitar que as obras sejam feitas sem que fiquem, definitivamente, demonstrado que há riscos para o São Francisco e prejuízos para os Estados que fazem parte da bacia doadora.

Segundo o governador, esse é o momento de tentar fazer do enfretamento um instrumento de diálogo. “Ao invés apenas da oposição pela oposição devemos sentar todos juntos para compreender o que é mais importante para o Nordeste”, frisou. Para ele, a região do semi-árido precisa de uma política de recursos hídricos.

Dúvidas

O governador diz ter dúvidas quanto alguns aspectos do projeto de transposição das águas do São Francisco, como impacto ambiental, viabilidade técnica e a relação custo-benefício entre o investimento e o resultado da obra, e a situação dos Estados do semi-árido que não serão contemplados.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais