Instituto de Identificação: serviços continuam parados

0
Servidores garantem que paralisação é por tempo indeterminado (Foto: Portal Infonet)

Os servidores da Coordenadoria Geral de Perícias (COGERP), que atuam no Instituto de Identificação, continuam paralisados como forma de protesto contra a falta de negociação com o governo do Estado. A categoria, que suspendeu o atendimento no órgão há oito dias, reivindica a garantia dos direitos dos servidores. Por conta da greve, todos os serviços no instituto foram suspensos por tempo indeterminado.

Na manhã desta quarta-feira, 21, o Portal Infonet esteve no Instituto onde os servidores estavam mobilizados. Segundo eles, o concurso público que será realizado pela Secretaria de Segurança Público (SSP) oferece salários duas vezes superior aos que estão sendo pagos aos servidores.

Para um dos papiloscopistas, que atua na função há mais de 20 anos, sua remuneração é de R$ 671, valor inferior ao salário mínimo. “Está existindo uma falta de respeito com os profissionais que atuam na área. Esse concurso anunciado pela secretaria oferece valores exorbitantes de salário, enquanto o nosso continua baixo”, reclama.

Atendimento

De acordo com os servidores, os usuários estão sendo orientados a se dirigir ao Centro de Atendimento ao Cidadão (Ceac), onde os serviços de identificação estão disponíveis. A categoria reivindica também, a transposição de cargos, bem como o reconhecimento do direito previsto em Lei.

A reportagem do Portal Infonet entrou em contato com o diretor do Instituto de Identificação de Sergipe, Everett Ferreira, mas sem êxito. O Portal está à disposição através do jornalismo@infonet.com.br ou através do 21068000.

Por Eliene Andrade

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais