Jovens são maioria nos atendimentos às síndromes gripais em Aracaju

(Foto: Freepik)

O Relatório de Monitoramento de Indicadores Epidemiológicos Precoces, instrumento elaborado pela Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), para acompanhar e monitorar os dados sobre a covid-19 na cidade, aponta prevalência de adultos, na faixa etária de 20 a 29 anos, nos atendimentos a sintomas gripais na Semana 25 (entre 19 e 25 de junho), grupo para o qual foram realizados 458 atendimentos nas unidade de saúde da rede municipal. No mesmo período, o estudo registrou aumento de 217% de casos novos/dia.

Ainda de acordo com o relatório, segmentando os dados de atendimento a crianças, predomina o atendimento da faixa etária entre 0 e 4 anos, com 269 atendimentos. “Com relação à semana anterior, nota-se uma redução de 25,5% nessa faixa etária, e os atendimentos às pessoas maiores de 15 anos seguem em maior número, com 1.954”, explica a secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza.

Classificando por idade, o documento aponta que as três faixas etárias com maior demanda, entre os dias analisados, foram a de pessoas entre 20 e 29 anos (458 atendimentos), 30 a 39 anos (440 atendimentos) e 40 a 49 anos (428 atendimentos).

Os indicadores revelaram, ainda, aumento de 32% nos atendimentos realizados por médicos a queixas respiratórias na rede municipal de saúde, passando de 269 (na semana anterior) para 355 atendimentos por dia.

“Quanto mais pessoas se vacinarem, completarem seu esquema vacinal e, principalmente, buscarem sua dose de reforço, teremos um cenário epidemiológico cada vez mais favorável. E alertamos sobre aquelas pessoas que testarem positivo ou ainda apresentarem sintomas gripais, que apliquem as medidas sanitárias necessárias, principalmente o uso de máscara e isolamento”, orienta a secretária.

Demais dados

O Relatório de Monitoramento de Indicadores Epidemiológicos Precoces, atualizado semanalmente, analisa dados dos serviços da rede municipal, como internamento, atendimento de síndrome gripal nas unidades de saúde, média de positividade, evolução de pacientes internados, entre outras informações.

Conforme aponta o documento emitido na terça-feira (28), na semana 25 (entre 19 e 25 de junho) a positividade dos exames ficou em 19,64%. Quando avaliada a variação no número de casos de síndrome gripal registrado no e-SUS (sistema de informatização da Atenção Básica), nota-se um aumento de 44,5% nas notificações em relação à semana anterior (sendo a quarta semana consecutiva de aumento).

Já a média de internamentos diários entre a semana anterior e a atual registrou alta de 150%; seis internados por dia na semana 24, e 15 internados por dia na semana 25, na média diária.

“Das 23 hospitalizações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), registradas na semana 25, até o momento, dez pacientes hospitalizados nesse período apresentaram covid-19 como causa”, destaca a secretária da Saúde de Aracaju.

Fonte: PMA

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais