Movimentos fazem ato contra morte de jovens negros em Sergipe

0

Diversos movimentos sociais fizeram se uniram para um ato na manhã desta quarta-feira, 17, em frente a sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP) para protestar contra a ocorrência de mortes de jovens negros em Sergipe.

De acordo com Rayane Madeiro, que é uma das administradores do Coletivo Afro Power, o ato é motivo pelo aumento dos casos de violência contra negros, assim como pela morte do designer Clautenis José dos Santos. “Fizemos esse ato com objetivo de repudiar o aumento da violência contra a juventude negra e escolhemos fazer aqui, na frente da SSP, por causa do caso mais recente, que foi a morte do designer após abordagem policial”, explica Rayane.

Os manifestantes usaram cartazes com frases de efeito e protocolaram, junto à SSP, um documento no qual pedem cautela nas abordagens policiais. “Nesse documento, a gente pede que a Polícia Sergipana tenha mais cuidado ao abordar o jovem negro e que não seja tão violenta. Todos os coletivos assinaram e a partir do agora, vamos aguardar as respostas”, conta Rayane.

Além do Coletivo Afro Power, participaram do ato a Auto Organização Rejane Maria, Movimento Negro Unificado, Instituto Braços e Movimento Afronte.

por Verlane Estácio

Comentários