O que fazer com 115 milhões de dólares?

0

O governo aprovou, ao final dos trabalhos do semestre passado, a recepção, a fundo perdido, de uma verba de 115 milhões e 400 mil dólares, que vai ser entregue pela Organização Mundial da Família, para desenvolvimento de projetos na área social.

O projeto do governo, agora já transformado em Lei, não explicava o plano de aplicação nem o cronograma de desembolso. 115 milhões é um bocado de grana – o valor de duas pontes destas que o governo está construindo no trajeto Aracaju-Barra dos Coqueiros, sobre o Rio Sergipe – por isso o redator destas linhas foi conversar com o Secretário de Planejamento, sr. José Alves Nascimento.

Na Secretaria, o orçamento da OMF, um órgão da Unesco, é conhecido como “Via Rápida”. Ele explicou que, a Unesco decidiu, este ano, concentrar seus investimentos em dois países – Bangladesh e o Brasil.

E no Brasil, concentrar todos os seus esforços em Sergipe. O que levou a entidade internacional a esta decisão? Segundo o Secretário, os programas de erradicação da casa de taipa e, principalmente, o Banco do Povo. Mas, onde, quando e quanto vai ser investida essa bolada toda?

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais