OAB busca entendimento entre famílias desabrigadas e o Poder Público

0

OAB quer garantias à dignidade humana
A OAB/SE demonstra preocupação com a situação das famílias que foram obrigadas a deixar o Flat Atalaia na avenida Mário Jorge, na Coroa do Meio, e ocuparam a via pública. Para o presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/SE, Cláudio Miguel, é necessário que os governos municipal e estadual se mobilizem para encontrar uma solução efetiva para estas famílias.

A Comissão de Direitos Humanos da OAB/SE está acompanhando de perto os desdobramentos da ação judicial que culminou com o despejo das famílias, entende que decisões judiciais devem ser cumpridas e permanece vigilante em defesa do interesse público, visando, sobretudo, o respeito às garantias constitucionais inerentes à dignidade da pessoa humana.

Ao local, estiveram presentes os advogados Cláudio Miguel, presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/SE, Aryadne Martins Soares Bohrer e Cayo Rubens Castilhano, respectivamente coordenadora da Infância e Juventude e membro da referida Comissão.

Ainda na sexta-feira, os membros da OAB/SE procuraram representantes  da Prefeitura de Aracaju e também do Ministério Público Estadual e Federal, com o objetivo de buscar uma solução para a problemática.

Fonte: Ascom OAB/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais