Operação Baraúna: polícia prende sete suspeitos em Glória e Aparecida

0

A Polícia Civil, através da Delegacia Regional de Nossa Senhora da Glória, com o apoio da Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga (Ciopac) realizou no início da manhã desta quinta-feira, 6, a Operação Baraúna nas cidades de Nossa Senhora da Glória e Aparecida. Eles estão sendo acusados de participarem de uma associação criminosa e diversos delitos patrimoniais, entre eles roubos e furtos, na cidade de Nossa Senhora da Glória.

De acordo com informações do delegado de Glória, Eurico Nascimento, nesta operação foram cumpridos os mandados de prisão preventiva em desfavor de Gilmar Lima Santos, vulgo “Gilmar de Zé Preto”, Genivaldo Lima Nunes, vulgo “Terrinha”, Fabiano Pereira dos Santos, Valduilson de Almeida, vulgo Mane Bebinho, José Wilson de Almeida, vulgo “João de Baré” e José Amilton de Jesus Santos, vulgo “Milton Gordo”, por associação criminosa e delitos patrimoniais (roubos e furtos).

Policiais da Caatinga cumpriam um mandado de prisão contra um dos suspeitos, e ao realizar busca na casa de familiares encontrou duas armas de fogo. “Como um dos alvos, que tinha mandado de prisão por roubo e homicídio em aberto, não estava em sua casa. Fizemos buscas na residência de parentes, e em uma das casas, com o irmão do alvo, encontramos duas armas de fogo”, relata o major Joaldo, Comandante da Ciopac.

Luciano de Jesus Santos, irmão de um dos alvos que encontra-se foragido, foi preso em flagrante delito por posse ilegal de armas de fogo. Na operação foi utilizado ainda policiais civis da Copci, Core e das delegacias de Itabaiana, Dores e Canindé do São Francisco.

Operação

O nome da operação policial, “Baraúna”, foi dado em alusão ao nome de um dos povoados vitimado e que dá nome a uma árvore que serve de combate a pragas e vermes.

Por Karla Pinheiro
com informações da Polícia Civil e Militar

Comentários