Petrobras debate Lei de Incentivo à Cultura

0

A Petrobras, através de sua Unidade de Negócios de Sergipe, reuniu ontem os artistas sergipanos para ouvir explicações sobre a Lei de Incentivo à Cultura do Governo Federal e explicações de como a empresa atua na área. Especializada em leis de incentivo, Claira Torpet veio do Rio de Janeiro para expor os principais tópicos. Os artistas, por seu turno, aproveitaram para reclamar que a Petrobras até hoje não abraçou um só projeto oriundo de Sergipe. O debate estendeu-se sobre a Lei de Incentivo a Cultura da capital sergipana, paralisada desde que o prefeito Marcelo Déda assumiu a Prefeitura. O presidente da Funcaju, Lealdo Feitosa, disse que, para o próximo ano, o município colocou no orçamento R$ 400 mil para os trabalhos da Lei de Incentivo. Os artistas não gostaram do que ouviram, porque anteriormente a Lei dispunha de R$ 800 mil.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais