Mãe de criança de dois anos estuprada ainda não foi ouvida

0
DAGV conduz as investigações (Foto: arquivo Portal Infonet)

A mãe do garoto de 2 anos, vítima de estupro supostamente praticado pelo padrasto, continua internada em coma em uma unidade de saúde que não foi divulgada. O crime foi registrado no dia 26 de janeiro deste ano e o padrasto indiciado por estupro de vulnerável. De acordo com a SSP, a polícia ainda não conseguiu ouvir a mãe do garoto.

Segundo informações passadas pela assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública, ainda não há previsão de alta para a paciente.

Apesar do indiciamento do acusado, o Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis abriu novo procedimento para investigar se houve outro tipo de violência doméstica no momento em que a mãe da criança constatou o crime de estupro.

O acusado continua preso, mas o local não foi divulgado.

por Aisla Vasconcelos

Comentários