Policiais continuam em local insalubre

0

Audiência com a promotora da Comarca de Neópolis (Foto: ABSMSE)
A 2° Companhia do Batalhão de Polícia Militar da cidade de Neópolis, distante 123 km da capital, continua funcionando em um prédio insalubre e sem nenhuma condição de segurança.

A denúncia havia sido feita pela Associação Beneficente de Servidores Militares de Sergipe (Absmse) em setembro deste ano e no mês de outubro, em audiência no Ministério Público da cidade, presidida pela promotora de justiça Karla Chistiany Cruz Leite, o batalhão do Comando da polícia Militar tinha até o dia 30 de novembro para efetuar a mudança do local.

De acordo com a promotora Karla Chistiany Cruz, no dia 30 de novembro, data limite para a mudança, houve uma nova audiência. “Realizamos essa audiência com a presença do comandante do policiamento militar do Interior, coronel Braz, o capitão Brito, além do prefeito do município e atendendo a sugestões dos próprios policiais que trabalham no local,

Fiação exposta pode provocar curto circuito(Foto: ABSMSE)
ficou acordado de que eles ficariam no mesmo local, mediante uma reforma”, explica.

Karla ainda relatou que o prédio da Previdência Social (IPES) foi disponibilizado pelo prefeito. “Esse prédio do Ipes já está a disposição da polícia, mas a prefeitura está fazendo alguns reparos elétricos, coisas pequenas, para que a 2° Delegacia  funcione de maneira provisória até a reforma do atual local” relata a promotora.

Ainda de acordo com Karla uma nova audiência será marcada em Aracaju, com a presença do Secretário de Segurança Pública, bem como o Comandante Geral da Polícia para estabelecer o processo e os prazos para a reforma do local.

Alojamento dos militares (Fotos: Absmse)
Quando questionada em relação a mudança para o prédio do Ipes, a promotora afirmou que em audiência, a prefeitura estabeleceu um prazo mínimo de 20 dias para reajustar o espaço.

Situação

Na ocasião o gestor da Absmse relatou que há cerca de um ano já havia enviado um relatório ao Comando da PM relatando a situação do local, que apresenta paredes rachadas e com muito mofo, fiação exposta, banheiros sem condição de uso, portas e janelas quebradas, além de alojamentos sem condições.

Comentários