Radares de Aracaju são fiscalizados após reclamações de condutores

0
Fiscalização na Beira Mar ocorreu à noite (Foto: Portal Infonet)
Fiscalização durante o dia em radar na avenida Tancredo Neves (Foto: Ascom ITPS)

Fiscais do Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe – Órgão Delegado do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) realizaram nesta terça-feira, 24, fiscalizações em radares instalados em Aracaju. As ações foram intensificadas em virtude do aumento de reclamações junto à Ouvidoria do órgão. Na semana passada, a insatisfação de condutores, que relataram excesso de multas e um possível mau funcionamento dos medidores de velocidade, repercutiu nas redes sociais, grupos de WhatsApp e na imprensa.

As fiscalizações iniciaram pela manhã nos radares da Avenida Tancredo Neves (próximo a entrada do bairro Inácio Barbosa) e na avenida Etelvino Alves de Lima (nas proximidades do Ferreira Costa). À noite, as fiscalizações ocorreram nos radares da avenida Beira Bar (em frente a Embrapa e Parque dos Cajueiros).

De acordo com o diretor-presidente do ITPS, Kaká Andrade, na fiscalização, uma equipe do ITPS utilizando um veículo oficial com equipamento específico percorre a via em diferentes velocidades. Em seguida, os agentes fiscais comparam os dados dos veículos com os registros feitos pelo equipamento. “As fiscalizações são realizadas em diferentes horários e sem aviso prévio à empresa e ao órgão de trânsito com o intuito de identificar se os radares estão funcionando corretamente. Trata-se de um procedimento diferente da verificação metrológica, que ocorre uma vez ao ano via agendamento da empresa e com a presença do órgão de trânsito quando o equipamento é instalado, e da verificação pós-reparo que ocorre depois da manutenção”, explica.

Os resultados das fiscalizações de hoje serão divulgados até a sexta-feira, 27. Em caso de desconfiança do funcionamento dos medidores de velocidades, o ideal é acionar o ITPS. “O condutor deve registrar uma reclamação em nossa Ouvidoria para que possamos direcionar as fiscalizações e dar uma resposta. Em caso de reprovação do medidor de velocidade, a empresa é autuada e o condutor tem o direito de fazer a contestação da multa junto ao órgão de trânsito”, reforça o diretor-presidente. A Ouvidoria do ITPS está disponível por meio do telefone (79) 3179 8055 e do e-mail ouvidoria@itps.se.gov.br.

 

Comentários