Reclamações fazem ouvidor de empresa telefônica vir a SE

0

Representantes da empresa de telefonia celular Vivo estão sendo indiciados por desobediência à ordem judicial. A medida foi tomada depois de algumas notificações por conta do abuso na relação com consumidores e da ausência injustificada em consecutivas conciliações marcadas pela Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon).

A documentação que comprova o crime foi enviada pelo diretor do Procon em Sergipe, Álvaro Amazonas, à Delegacia Especial de Turismo, Meio Ambiente e Defesa ao Consumidor. Por conta disso, o gerente da Ouvidoria Nacional da telefônica Vivo, Eduardo Dipp, esteve na manhã desta segunda-feira na sede do Procon para conversar com o diretor do órgão em Sergipe.

Eduardo Dipp se mostrou surpreso com as constantes ausências de funcionários da empresa na marcação das conciliações em Sergipe. “É uma prática não muito comum por parte da Vivo no Brasil. Somos a maior empresa de telefonia celular do hemisfério sul, com mais de 30 milhões de usuários e temos feito um grande esforço para manter esta clientela. Mas já detectamos os principais problemas e vamos dar uma satisfação imediata aos consumidores que deram entrada nestes processos”, garantiu, destacando que o grande número de reclamações na Justiça comum e nos juizados especiais geraram “um congestionamento” que acarretou as ausências dos responsáveis pelos acordos com os usuários da empresa.

Dipp disse ainda que muitos acordos são feitos Central de Atendimento da telefônica. “Resolvemos muitos casos com uma simples ligação, mesmo depois que os usuários entraram com uma queixa contra a Vivo junto ao Procon. Mas, infelizmente, o setor responsável em Sergipe não avisou à diretoria do Procon sobre a resolução do problema, o que possibilitaria a extinção do processo”, comentou.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais