Rodoviárias de Aracaju terão frota extra para atender os passageiros

0
Fluxo de passageiros aumenta no feriadão (Fotos: Portal Infonet)

A espera de um feriadão é motivo de alegria e certamente o momento de arrumar as malas e partir para aquela viagem desejada. Entre embarques e desembarques, o fluxo nas rodoviárias aumenta consideravelmente. Nas duas rodoviárias de Aracaju, a iminência de um feriado, como o da Independência do Brasil, é motivo de organização e planejamento para que as idas e vindas possam ocorrer sem transtornos.

Elisabeth Gomes é supervisora administrativa da Socicam

Elisabeth Gomes, que é supervisora administrativa da Socicam, empresa que administra o Termina Rodoviário Governador José Rollemberg Leite, na zona oeste de Aracaju, conta que em períodos onde há aumento no fluxo passageiros, o cuidado com a frota de ônibus aumenta. “Estão disponíveis entre 20 e 30 ônibus extras para atender o aumento da demanda”, relata.

De acordo com a supervisora, em dias comuns, pela Rodoviária Nova passam cerca de mil e quinhentas pessoas. Já em véspera de feriado, esse número sobe para quase 2300. “Esse ano estamos com previsão de um aumento de 9% no número de embarques em relação ao mesmo período do ano passado”, afirma.

Segundo Elisabeth Gomes os destinos intermunicipais mais procurados pelos aracajuanos são: Propriá, Estância e Neópolis. Em relação à venda de passagens interestaduais, Salvador e Maceió lideram a preferência.

Everton Menezes informou que frota da ‘Rodoviária Velha’ terá 730 veículos no feriadão

No terminal rodoviário Governador Luiz Garcia, popularmente conhecido como “rodoviária velha”, no Centro de Aracaju, a realidade é semelhante. O coordenador estadual de Transportes (Cotransp) da Seinfra, Everton Menezes, informa que de sexta, 07, até o domingo, 09, o transporte intermunicipal atuará com uma frota de 730 micro-ônibus. A Cotransp também disponibilizará uma frota de 70 carros reservas que será utilizada de acordo com a demanda.

As irmãs França: Fátima, Neuraci e Marta já estão de passagens compradas e malas prontas com destino capital baiana, Salvador. “Vou aproveitar esse feriadão para visitar minha mãe”, conta Fátima ansiosa para seguir viagem. A cada dois meses elas seguem esse roteiro, buscando organizar a viagem para que coincida com algum feriado prolongado. “O que me deixa triste é que segunda volto para a mesma rotina”, relembra.

por João Paulo Schneider e Verlane Estácio

Comentários