Sindicância patrimonial dos servidores federais

0

O Presidente Lula deve editar nos próximos dias decreto que institui a sindicância patrimonial dos servidores públicos federais. Segundo o texto, o servidor federal, concursado ou que ocupe cargo de confiança, terá que apresentar, antes de tomar posse, sua declaração de bens e também de seu conjugue, dos filhos e outras pessoas que vivam sob sua dependência econômica.

O funcionário terá que declarar móveis, imóveis, dinheiro, títulos e ações no país e no exterior. A medida é uma tentativa de facilitar a investigação de enriquecimento ilícito do funcionário público, por meio de sinais exteriores de riqueza e de outros indícios de corrupção e de lavagem de dinheiro.

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais