Sindicato denuncia “privatização” da Deso

0

Segundo Sindicato, a terceirização dos serviços estaria comprometendo o atendimento à população
O Sindicato dos Trabalhadores da Companhia de Saneamento de Sergipe (Sindisan) denuncia que a terceirização de serviços está privatizando a Deso. Segundo o presidente do Sindicato Sérgio Passos, os serviços da empresa e até o Plano de Carreira, Cargos e Salários que está sendo elaborado, estão nas mãos de empresas terceirizadas.

“A Deso tem uma política de terceirização que está privatizando a empresa. O setor de leitura, a área de corte e desligamento, atendimento ao público, o setor de transportes, além de outros serviços executados, tudo isso hoje é privatizado. Muitas vezes os terceirizados executam um serviço e o funcionário da Deso tem que refazer”, disse.

De acordo com Sérgio, dos cerca de 1300 funcionários, 762 estão empregados nos cargos de Oficial de manutenção, Técnico de manutenção de redes e equipamentos, encanador I, Encanador II, Operador de Unidade de produção I e II, Operador de Estação de bombeamento, operador de máquinas pesadas, auxiliar de serviço operacional, torneiro mecânico e mecânico eletricista de autos. “Esses cargos serão transformados em auxiliar, não vão ser contratados mais funcionários para essas funções”, falou.

Outro argumento do presidente do sindicato é com relação à jornada de trabalho, pois há uma diferença entre funcionários contratados até 1988 e os contratados no último concurso de 2004. “A jornada de trabalho que é de 6h para os antigos por conquista através de um PCCS, que inclusive foi a luta do sindicato e esses mesmo hoje fazem parte da direção da Deso. Com a admissão de novos funcionários em 2004, a Deso não os incorporou ao mesmo plano, causando uma diferença pois eles trabalham 8 horas”, afirmou.

Resposta da Deso

Para o assessor de Comunicação da Deso, Fernando Fontes, não há qualquer indício de privatização. “Nem o presidente da empresa, nem o governador tem essa intenção. A administração da Deso hoje é uma administração moderna e eficiente. A terceirização hoje é usada por qualquer empresa para ter uma gestão mais enxuta e eficiente”, argumentou.

O assessor de Comunicação disse que a implantação do novo Plano de Carreira ainda não tem data definida. “A criação do Plano de Carreira, Cargos e Salários está sendo elaborado pela Deloitte que é uma consultoria conhecida e premiada internacionalmente. O PCCS é elaborado de acordo com as necessidades da empresa e vai tornar a empresa ainda mais eficiente para prestar serviço de qualidade à população, a implantação ainda não tem data definida”, informou.

Por Bruno Antunes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais