SSP vai investigar aglomeração em live de festa para deputado federal

0

Uma live realizada por um cantor sergipano no último sábado, 20, em um Aras no município de Arauá no dia do aniversário do deputado federal Valdevan 90, causou grande polêmica no estado. Isso porque a festa/live descumpriu o decreto do Governo do Estado, que proíbe eventos, aglomeração e determina o isolamento social para evitar o aumento dos casos da Covid-19 em Sergipe.

O vídeo da live começou a circular através das redes sociais, mostrando um grande número de pessoas sem a utilização de máscaras e distanciamento social. Após a repercussão do vídeo, o secretário da Segurança Pública, João Eloy de Menezes, determinou que a Polícia Civil averigue os vídeos que circulam em redes sociais. O caso será acompanhado pela Coordenadoria das Delegacias do Interior.

Ainda de acordo com a SSP, “claramente, há a prática de alguns crimes previstos no Código Penal e que têm sido utilizados por autoridades policiais para responsabilizar pessoas nesse período da quarentena e de normas definidas pelo Poder Público, a exemplo do crime de desobediência e contra a saúde pública”, diz a nota.

Já a assessoria de imprensa do deputado federal Valdevan Noventa (PSC-SE) esclarece que o parlamentar não tem nenhuma responsabilidade à mencionada live. Apenas cedeu, gratuitamente, uma área de sua fazenda para a realização da mesma. Ainda segundo a assessoria do deputado, foram exigidos que as pessoas presentes estivessem portando álcool em gel e usando máscaras.

Sobre a presença do deputado em um momento do show, a assessoria de imprensa explica que Valdevan foi convidado para subir ao palco e, naquele momento, retirou sua máscara para se pronunciar. Logo após, deixou o local, não permanecendo no evento. Por fim, a assessoria informa que o parlamentar tem se sensibilizado à situação de toda classe artística que está impossibilitada de realizar shows e eventos, perdendo a sua única fonte de sustento e renda.

Nota do artista

A empresa Teo Santana Produções Artísticas vem a público esclarecer que a live realizada pelo artista Kaelzinho Ferraz não contou com qualquer tipo de participação da empresa Teo Santana, seja na comercialização, produção ou transmissão do evento, sendo uma iniciativa do artista juntamente com pessoas com as quais a empresa Teo Santana não mantém qualquer tipo de relação;⁣

A empresa Teo Santana mantém contrato comercial para venda de shows com a empresa que administra a carreira do artista, e essa também não participou do ocorrido no dia de ontem, inclusive ajuizou ação e obteve liminar proibindo a realização da transmissão em canais de internet, prova maior foi o atraso na transmissão da mencionada live;⁣

A empresa esclarece que respeita e vem cumprindo todas as exigências estabelecidas seja nos decretos dos estados ou dos municípios relacionadas com a pandemia da COVID-19, nos quais a empresa tem relações comerciais, e jamais admitiria a ocorrência de situações que desrespeitassem tais exigências em qualquer tipo de evento que levasse sua marca. A mencionada live não foi divulgada nos canais de divulgação da empresa Teo Santana justamente pela ausência de qualquer tipo de participação;⁣

A empresa que administra a carreira do artista informou que estará apurando o ocorrido e avaliando as medidas cabíveis, diante, segundo a empresa, da quebra de cláusulas contratuais pelo artista Kaelzinho Ferraz.

por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais