Um mês que criança de dois anos foi estuprada e mãe continua em coma

0
DAGV investiga se houve também violência doméstica contra a mãe do garoto (Foto: arquivo Portal Infonet)

Completa um mês nesta terça-feira, 26, que a criança de apenas dois anos de idade foi estuprada pelo próprio padrasto e a mãe da vítima continua em coma, hospitalizada em uma unidade de saúde não revelada. O crime ocorreu no dia 26 de janeiro deste ano no conjunto Bugio, em Aracaju. O acusado foi identificado e localizado no dia 28 daquele mês. Ele foi indicado por estupro de vulnerável pela Polícia Civil e continua preso, aguardando julgamento.

No dia em que o Conselho Tutelar constatou a ocorrência e adotou as medidas para que o caso fosse investigado pelo Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), a mãe do garoto desmaiou e entrou em coma. O DAGV concluiu a investigação sobre o crime de estupro, com o inquérito encaminhado ao Poder Judiciário. Paralelamente, a Delegacia da Mulher instaurou um outro procedimento para investigar se a mãe também foi vítima de violência doméstica.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Segurança Pública, a equipe da Delegacia da Mulher já ouviu o depoimento de vizinhos e moradores do bairro e continua acompanhando o estado de saúde da vítima, aguardando que ela tenha alta médica para ouvi-la.

por Cassia Santana

Comentários