Votação também pode ser manual

0

Mas, se o eleitor – na pressa, na afobação, no nervosismo – errar o número do candidato em que ele deseja votar? Ele opera a tecla “anular” e repete a votação desde o início. Errando uma segunda vez, a máquina dá o destino final: manda o eleitor votar através de cédulas. Todas as mesas terão um número considerável de cédulas. Votando neste sistema, o eleitor põe o seu voto na urna de lona, ao lado da mesa. Cabe à mesa, ao final da votação, fazer a apuração dos votos, sob as vistas dos fiscais partidários. Isto pode retardar um pouco o resultado da votação, que só deve ser anunciado por volta da meia noite do domingo. Na urna eletrônica, a mesa retira o relatório final, em três cópias, sendo que duas cópias segue para o juiz eleitoral.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais