Agências de turismo encerram pacotes para o Pré-Caju

0

As principais agências de turismo de Aracaju já podem comemorar o sucesso das

Consultor de vendas Ricardo Montalvão comemora sucesso da festa

vendas neste período que antecede o Pré-Caju 2005. Desde novembro, estão sendo dinamizadas centenas de reservas nos principais hotéis da cidade, um serviço de caráter receptivo que tem atendido aos anseios dos foliões, turistas e viajantes de todo o mundo através de passagens aéreas nacionais e internacionais.

 

Segundo o consultor de vendas Ricardo Montalvão, turistas dos Estados da Bahia, São Paulo e Pernambuco e de países como Portugal e Argentina, lideraram a lista dos principais consumidores. “Como todos os anos, a intensa procura está centrada na grande prévia carnavalesca, embora tenhamos novidades surpreendentes quanto ao fechamento de pacotes rumo aos principais pontos turísticos do Estado, o que inclui municípios diversos e o vasto litoral sergipano”, diz Montalvão ao comprovar, através de dados, a superlotação de hotéis como o Parque dos Coqueiros, Celi e Del Mar, até março deste ano.

 

O custo para quem está no país e deseja se render aos encantos de Sergipe chega a R$ 2 mil. Os estrangeiros, por sua vez, devem dispor de até U$ 700. Para Ricardo, a despesa, quando comparada ao desempenho dos agentes turísticos, torna-se viável mesmo em períodos de crise financeira.

 

“Satisfazer o cliente é o mesmo que exaltar a cultura de uma determinada região. Quando bem elaboradas as reservas, os cruzeiros e o acesso aos eventos de maior destaque, como o Pré-Caju, o turista vai retornar periodicamente ao local, trazendo com ele familiares e amigos”, salienta o consultor.

 

De acordo com a preferência do cliente, as operadoras internacionais de viagens montam esquemas turísticos priorizando a alta estação brasileira e seus principais atrativos regionais. Esses esquemas chegam aos hotéis da cidade de destino e são transferidos às agências locais, que direcionam o visitante na escolha de um agradável roteiro. Na capital sergipana, o processo costuma ser agilizado nas semanas que antecedem o Pré-Caju, mantendo na orla da praia de Atalaia a maior concentração de novos adeptos ao sabor dos caranguejos e a diversidade artesanal do Estado.

 

Por Sheyla Pina

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais