Ausência de taxas para barraqueiros beneficia população de Itaporanga

0

Um diferencial encontrado em Itaporanga é a isenção de taxas para os comerciantes que têm pontos padronizados, localizados em toda extensão da arena ao lado esquerdo do palco durante a realização do São Joâo em Itaporanga D´Ajuda. A enfermeira Maria Augusta, mais conhecida na cidade pelo apelido de Mocinha, procura nas vendas uma forma de honrar compromissos e de comprar coisas que seu orçamento não permite. “Vendo bebidas e churrasco tanto nos festejos juninos quanto na festa da padroeira da cidade há mais de 20 anos. O bom daqui é que a prefeitura não cobra nada para comercializarmos, assim, tudo é lucro para eu reformar a casa, comprar coisas que estejam faltando ou quitar minhas dívidas”, garantiu. Para os jovens católicos que fazem parte do Projeto Universidades Renovadas, a oportunidade do lucro proporcionada pelas vendas de produtos alimentícios reduzirá seus gastos pessoais com a ida de quase 40 jovens para o Encontro Nacional de Universitários Católicos, que ocorrerá em maringá. “Com o dinheiro obtido através das vendas, vamos angarear fundos para a viagem e baratear os custos que teremos”, contou a estudante Adriana Cardoso, que lembrou que a taxa de isenção só é valida para moradores da cidade.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais