Domingos Pascoal e Maria das Graças Melo recebem título de Cidadão Sergipano

0

Casados há 36 anos, Domingos e Maria das Graças vieram para sergipe em 88
Recebem o título de Cidadão Sergipano, conferido pela Assembléia Legislativa do Estado, o casal Domingos Pascoal de Melo e Maria das Graças Monteiro Melo, cearenses de nascimento, mas que adotaram a naturalidade sergipana desde 1988. A comenda será entregue na próxima segunda-feira, 26, às 17h, no palácio Governador João Alves Filho.

Domingos Pascoal , servidor aposentado do Tribunal Regional do Trabalho e atual membro da Academia Sergipana de Letras, diz que o título só bem a agregar mais responsabilidade em propagar o amor que sente por Sergipe. “Você não escolhe onde nasce. Mas escolher onde vai viver, em um lugar tão bom quanto esse, é um privilégio para poucos”, diz. Ele lembra que antes nada conhecia sobre o Estado. “Nós nunca tínhamos vindo aqui. Não havia nenhuma referência. Fomos aprendendo um modo diferente de vida. Tudo o que queríamos era possível aqui”, acrescenta.

Em elogios à terra também se derrete a desembargadora e presidente do TRT, Maria das Graças Melo, casada com Domingos há 36 anos. “Fomos muito bem acolhidos quando chegamos aqui. Acontece que quando você vem de outro lugar sempre costuma sentir vontade de voltar. Mas a receptividade do povo faz com que esse desejo seja compensado pela acolhida. Isso nos fez com que nos sentíssemos em casa. O título só ratifica esse acolhimento sergipano”, afirma a magistrada.

O casal veio ao Estado porque Maria das Graças havia passado em um concurso para juíza, quando a Sergipe e a Bahia formavam a mesma região do TRT. Depois que Aracaju passou a sediar a 20º Região, o casal e a única filha, que hoje vive em Londres, estabeleceu moradia no Estado. “Já me considerava sergipana do coração, agora a felicidade é ainda maior”, completa a desembargadora.

Biografia

Domingos Pascoal é natural da cidade de Groaíras, no Ceará, e tem formação em Filosofia e Direito. Trabalhou como advogado, professor, radialista, jornalista-correspondente e foi servidor do TRT de 1993 a 2003, ano em que se aposentou. Fundou a Federação de Ciclismo de Sergipe, em 1992, e foi membro de várias comissões da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SE). Atualmente é colunista do Portal Infonet e escreve para a revista local Perfil, além de publicar artigos em jornais da capital e de Fortaleza. É membro da Academia Sergipana de Letras desde 2009, quando passou a ocupar a cadeira de nº 17, que antes pertencia ao ilustre Mário Cabral.

Maria das Graças Monteiro Melo é natural do município cearense de Cariré, mas viveu a vida toda em Groaíras. A sexta de doze filhos, ela é formada em Direito, com mestrado em Direito Público. Ingressou na Justiça do Trabalho em 1975, como servidora, ainda no Ceará. Casou-se com Domingos um ano depois e logo fez concurso para magistrada da 5º Região do TRT, na Bahia, mas sempre trabalhou em Aracaju. Atualmente ocupa o posto de desembargadora e presidente do TRT.

Comentários