Exposição Estado de Ritmo e Cor, de Edidelson Silva, segue até dia 31

0
Exposição “Estado de Ritmo e Cor” (Foto: ASN)
Exposição é do artista sergipano Edidelson Silva

“A exposição oficializa a abertura dos trabalhos neste espaço cultural, e isto traduz a síntese do que pretendemos realizar em 2020”. A declaração é da presidente da Fundação de Cultura Arte Aperipê, Conceição Vieira, ao externar a expectativa sobre a agenda oficial de ações a respeito do Bicentenário de Sergipe, durante a solenidade de abertura da exposição “Estado de Ritmo e Cor” do artista sergipano Edidelson Silva, na última quinta-feira, 12, no Corredor Cultural Wellington Dias “Irmão”, sede da Funcap.

A mostra contextualiza a identidade, tradições e a cultura local integrando as ações comemorativas dos 165 anos de Aracaju, celebrado no dia 17 de março, e os 200 anos de Emancipação Política de Sergipe, reunindo nas obras o fortalecimento da sergipanidade. A Orquestra Sinfônica de Sergipe (ORSSE) realizou uma apresentação especial na ocasião.

“É um ano especial. É um ano de busca de identidade e nós precisamos valorizar ainda mais a arte e a cultura sergipana, ou seja, é necessário motivação com os produtos do nosso estado. A exposição desse grandioso artista é um prenúncio daquilo que iremos promover não só nas artes plásticas, mas também na música e entre outras áreas, mediante a grandiosidade do período comemorativo”, completou a presidente da Funcap.

No discurso, o artista Edidelson Silva agradeceu a oportunidade e citou suas inspirações. “Entendo a arte como algo atemporal na sua linguagem, por isso cada artista tem a liberdade de pintar o que deseja. Por outro lado, gosto de pensar no artista como um agente divulgador da cultura local e isso é o que reproduzo nas pinturas. Sinto-me realizado com este projeto e minha intenção é de que as pessoas se sintam representadas, onde possam entender a proposta da arte gerando uma identificação”, declara.

Presente na solenidade, o vice-presidente do Conselho Estadual de Cultura, José Rivaldavio Lima, parabenizou a exposição. “Celebrar a sergipanidade através de eventos deste porte, aberto ao público e com o apoio dos artistas locais é positivo. A mostra retrata traços característicos de monumentos populares e históricos da nossa terra e enaltece a expressividade regional”.

A diretora de Cultura do município de Simão Dias, Daiana Santana, também prestigiou o evento. “É salutar a importância de um espaço como esse que fortalece ações culturais, e nada mais apropriado para sediar a exposição, pois trata-se da nossa casa, nossa raiz e é aqui que a gente se inspira como base para desenvolver nossos trabalhos. Os sergipanos precisam conhecer e vivenciar mais sua história”, finaliza.

Visitação

De 12 a 31 de março, de 2ª a 6ª feira, das 08 às 17h.

Local: Corredor Cultural Wellington Santos “Irmão”, na Funcap, localizada na Rua Vila Cristina, 1051, próximo a Arena Batistão.

 

Fonte: ASN 

Comentários