Fasc traz programação alternativa

0

O Festival de Arte de São Cristóvão – Fasc, em sua 28º edição, terá uma programação alternativa que ocupará todos os espaços culturais da cidade. No Museu Histórico, por exemplo, o artista plástico Adauto Machado comemora seus 35 anos de pintura com uma exposição retrospectiva, de sexta-feira a domingo. A abertura será nessa sexta-feira, às 21 horas. Na Secretaria da Cultura, o Armazém das Artes trabalha a exposição de artistas sergipanos, que abre também nessa sexta-feira, às 21h30min. Na Biblioteca Pública, haverá exposição de autores sergipanos e o salão de leitura, que abre também nessa data, às 21h30min. Na Casa do Folclore, local de concentração dos grupos folclóricos, ocorrerá o sarau de poesia durante os três dias do festival. Na Câmara Municipal, tem festival de cinema, com filmes nacionais e curtas sergipanos, no sábado e no domingo, a partir das 22 horas. A Unit faz exposição de arte no prédio da Secretaria de Educação, que abre às 21 horas dessa sexta-feira.
ARTESANATO – Na praça da Matriz ocorre a Feira de Artesanato, sempre às 16 horas nos três dias do Festival. Numa das dependências da Secretaria de Educação ocorre exposição de artistas sancristovenses, além de mostra de fotografia, denominada “Arte da Terra, Terra da Gente”, do fotógrafo Joel Luiz, que terá abertura oficial também na sexta-feira, às 21 horas. Na Câmara Municipal de São Cristóvão, haverá fórum de debates, sempre a partir das 15 horas, sábado e domingo. Em ambos os dias, sempre a partir das 16 horas, haverá cortejos dos grupos folclóricos pela cidade. Pelo menos dez grupos folclóricos vão se apresentar em São Cristóvão, durante o 28º Festival de Arte.

Comentários