Jair Rodrigues é a próxima atração do PPM

0

Estará em Aracaju, nos próximos dias 20 e 21, o cantor Jair Rodrigues. Ele fará duas apresentações dentro do Projeto Petrobras de Música – PPM -, no Teatro Atheneu, às 21 horas. Durante os shows, ele apresenta músicas do CD “Jair Rodrigues 500 Anos de Folia – Volume 2”. Além disso, o cantor irá sintetizar a alma brasileira ao repassar músicos consagrados como: Tom Jobim e Vinícius de Moraes, Chico Buarque e Jorge Ben Jor, Paulinho da Viola, Guarnieri, Baden Powell, Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, Cartola e Elton Medeiros, Paulo César Pinheiro, Ary do Cavaco e Otacílio, J. Guimarães, Corumbá e Venâncio, Zuzuca e Jairzinho Oliveira. Sem esquecer dos artistas clássicos como Catulo da Paixão Cearense. O show de abertura dessa edição do PPM fica a cargo do grupo Renascer e da cantora Paulinha Alves. A renda dos shows será doada às instituições de caridade Lar de Zizi e Same. Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).


JAIR RODRIGUES – Natural de Igarapava, São Paulo, começou sua carreira em 1957, atuando como crooner no interior de São Paulo. Em 1960 já estava na capital participando de programas de calouros e cantando em diversas casas noturnas paulistas. Em 1962, ele gravou o seu primeiro disco pela gravadora Phillips, tendo como destaque a música “O morro não tem vez”, de Tom Jobim e Vinícius de Moraes. Em 1964 emplacou o sucesso “Deixa isso prá lá” em todo o Brasil. No ano de 1965, ele e Elis Regina foram contratados pela TV Record para apresentar o programa “O Fino da Bossa”, com gravação ao vivo no teatro Paramount em São Paulo, entrando definitivamente para a história da MPB. Em 1966, a música “Disparada”, de Geraldo Vandré e Théo de Barros, rendeu a Jair Rodrigues o 1º lugar no Festival da Record, cujo prêmio foi dividido com “A Banda”, de Chico Buarque. Além fazer diversas tournées por todo o Brasil, Jair Rodrigues já fez apresentações em países como: Portugal, Alemanha, França, Itália Suíça, Estados Unidos e Japão.

 

Comentários