Li e Recomendo – Admirável Mundo Novo

0

O sociólogo Endy Paixão dá a dica do Li e Recomendo
A dica do ‘Li e Recomendo’ desta semana é do sociólogo e funcionário público, Endy Paixão. Pai e esposo dedicado, Endy que também é apaixonado por esportes não dispensa uma boa leitura. Atento a literatura de ficção, o sociólogo formado pela Universidade Federal de Sergipe recomenda para os internautas do Portal Infonet, o livro “Admirável Mundo Novo”, do autor Aldous Huxley.

De acordo com o sociólogo, a escolha do livro é por traçar um panorama da modernidade com um olhar crítico nos conflitos atuais. Segundo Endy, o autor é da década de 50, mas usa a ficção cientifica para mostrar o mundo moderno. “Relacionamentos emocionais intensos ou prolongados são proibidos e considerados anormais. A promiscuidade é moralmente obrigatória e a higiene, um valor supremo. Não existe paixão nem religião”, diz o sociólogo sobre o livro.

Clique aqui e adquira o livro

Livro

Autor: Aldous Huxley

Sinopse: O Estado científico totalitário zela por todos. Nascidos de proveta, os seres humanos (precondicionados) têm comportamentos (preestabelecidos) e ocupam lugares (predeterminados) na sociedade – os alfa no topo da pirâmide, os ípsilons na base. A droga soma é universalmente distribuída em doses convenientes para os usuários. Família, monogamia, privacidade e pensamento criativo constituem crime. Os conceitos de “pai” e “mãe” são meramente históricos. Relacionamentos emocionais intensos ou prolongados são proibidos e considerados anormais. A promiscuidade é moralmente obrigatória e a higiene, um valor supremo. Não existe paixão nem religião. Mas Bernard Marx tem uma infelicidade doentia – acalentando um desejo não natural por solidão, não vendo mais graça nos prazeres infinitos da promiscuidade compulsória, Bernard quer se libertar. Uma visita a um dos poucos remanescentes da Reserva Selvagem, onde a vida antiga, imperfeita, subsiste, pode ser um caminho para curá-lo.

Por Kátia Susanna

Comentários