Li e Recomendo – “Sangue Azul”

0

Damásio recomenda o livro a todos que buscam entender a segurança pública
A dica de leitura desta semana da seção “Li e Recomendo” é do jornalista Gabriel Damásio. Ele sugere o livro “Sangue Azul – morte e corrupção na PM do Rio”, de Leonardo Gudel. Gabriel conta que é um livro que, na contracapa, promete ser mais violento que “Tropa de Elite”, mais polêmico que “A Elite da Tropa” e mais revelador que “Rota 66”. O livro é uma versão meio-fictícia da história real de um PM do Rio de Janeiro, que procurou o autor para fazer um longo desabafo.

“Como repórter que acompanha a área policial há cerca de três anos, enxerguei no livro uma brecha para ajudar a compreender o funcionamento da polícia brasileira, as crises que a acompanham e os caminhos que devem ser feitos para que as corporações livrem-se delas e melhorem sua imagem perante à sociedade. Li e recomendo, principalmente a policiais, jornalistas da área, operadores do Direito e todos aqueles que buscam entender a segurança pública”, explica Damásio.
 
“Friso que a história é real. Tanto que o policial usa um nome fictício e nunca mais entrou em contato com o autor, pois corre o risco de ser preso e está jurado de morte. Sem contar que o texto do livro é escrito como se fosse um filme”, destaca Gabriel. O autor, Leonardo Gudel, também é roteirista de cinema e pretende transformar “Sangue Azul” em um roteiro de filme, a ser rodado como aconteceu em “Tropa de Elite”.

Clique aqui e adquira o livro na Livraria Cultura 
Livro

Autor:
Leonardo Gudel

Editora: Geração Editorial

Sinopse: O livro aborda o tráfico e a corrupção policial e política no Rio de Janeiro.
 

Comentários