Novo imortal da Academia Sergipana de Letras é eleito

0

Eleição foi finalizada no fnial d tarde desta segunda-feira
Na tarde desta segunda-feira, 13, a Academia Sergipana de Letras realizou uma das eleições previstas para ocupar duas de suas cadeiras vagas. O único candidato deste primeiro pleito, o desembargador do Tribunal Regional Federal da 5ª região, Vladimir de Souza Carvalho, passará a ocupar a Cadeira 25, que pertenceu ao imortal Manoel Cabral Machado.

Foram recebidos 35 votos, mas, por três deles terem sido anônimos, apenas 32 foram contabilizados. Destes, 15 foram recebidos pessoalmente e 17 por correspondência.

Sobre o candidato eleito, o presidente da instituição, José Anderson Nascimento, fez a seguinte consideração: “Trata-se de um nome que irá abrilhantar a Academia, pela sua grande atuação na literatura. Existe uma expectativa de soldalício pela sua efetiva participação nas sessões acadêmicas”, disse.

No dia 27, é a vez dos candidatos Domingos Pascoal e Murillo Melins, que disputam a Cadeira 17, antes ocupada por Mário Cabral.

Sobre o novo ‘imortal’

O desembargador Federal Vladimir de Souza Carvalho, ocupará a Cadeira 25
Vladimir de Souza Carvalho possui vários livros de contos, poesias, história municipal, folclore e direito. Contos: “Quando as cabras dão leite” (1971), “Mulungu Desfolhado (1994), “Água de Cabaça” (2003), “Feijão de Cego”, que será lançado no dia 28 de agosto em Itabaiana. 

Na poesia: “Sinal Verde, trânsito vermelho” (1972), “Dois Instantes e uma saudade” (inédito). Na história municipal: “Santas Almas de Itabaiana Grande” (1973), “A República Velha em Itabaiana” (2000) e “Vila de Santo Antonio de Itabaiana”, que também será lançado em 28 de  agosto, data em que Itabaiana passou de vila para cidade.

No folclore: “O Caxangá na história de Itabaiana” (1976), “Apelidos em Itabaiana”, “Adivinhas Sergipanas” (1999) e no Direito: “Da Justiça Federal e sua Competência” (1980), “Manual de Judicatura Aplicada” e “Competência da Justiça Federal” (sete edições publicadas). E em preparo, “Manual de Competência da Justiça Federal”.  Vladimir de Souza colabora com a publicação de artigos no jornal Correio de Sergipe.

Comentários