Bancários se reúnem com governador e pedem novo concurso no Banese

0

Diretores do Sindicato dos Bancários se reuniram na tarde desta segunda-feira, 28, com o governador Marcelo Déda para discutir, dentre outros assuntos, os rumos da administração do Banese. Os diretores cobram uma política mais social do banco além de um novo concurso público, já que muitos aprovados do último concurso já saíram do banco.

De acordo com o presidente do Sindicato José Souza o encontro serviu para tratativas de questões estratégicas em relação aos bancários sergipanos e em relação ao governo.

“Queremos uma atuação mais firme do governo com relação aos bancos federais que captam a nossa poupança e que a aplicação da mesma é decidida em Brasília e no Rio de Janeiro e muitas vezes parte do lucro da poupança é enviada para lá. Além disso, esses bancos designam os gestores e superintendentes de fora sem prestigiar os bancários sergipanos da própria terra com ressalva ao Banco do Nordeste e Caixa Economia ao contrário do Banco do Brasil”, afirma.

Como assunto principal da audiência com o governador os bancários quiseram saber sobre o futuro do banco. “Acreditamos que o Banese precisa continuar sendo um banco público estadual. No Nordeste, Sergipe é o único Estado que tem um banco público e nós nos beneficiamos disso. Nossa outra preocupação é de que estamos vendo o Banese sempre focado numa linha de mercado muito preocupante, o banco tem sido levado para uma lógica de banco de mercado e nós achamos que ele pode cumprir esse papel, mas ele tem de ser mais equilibrado com o papel de banco público de ter um caráter indutor de desenvolvimento do Estado”, diz.

Por Bruno Antunes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais