Ceramistas sergipanos discutem eficiência energética

0
Última etapa do curso acontece no dia 11 (Foto: Divulgação)

Ceramistas de todo o estado participam no dia 11 de dezembro da última etapa do curso Perspectivas para o Setor Cerâmico: Mercado da Construção Civil e Linhas de Financiamento. O evento é realizado pelo Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec) no auditório da CODISE, na avenida Heráclito Rollemberg, 4.444, DIA, no horário das 8h30 as 11h30, e contará com representantes da Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste, do Departamento de Combate a Desertificação do Ministério do Meio Ambiente e SEBRAE.

As instituições integram o Projeto de Eficiência Energética com Uso Sustentável de Recursos Florestais em Cerâmicas de Sergipe, realizado pelo SergipeTec em parceria com a Fundação Parque Tecnológico da Paraíba/Centro de Produção Industrial Sustentável(CEPIS) de Campina Grande, e patrocinado pelo Fundo Socioambiental da Caixa e Fundo Nacional do Meio Ambiente.

O projeto conta com o apoio da Codise, Sedetec, Adema, Semarh e do Sindicato das Indústrias de Cerâmicas e Olarias em Sergipe (Sindicer) e tem como proposta regularizar a situação de várias cerâmicas que estão infecientes do ponto de vista de sustentabilidade ambiental

Os temas abordados durante o evento são: Pacto para Produção Sustentável, Perspectivas do Sistema SEBRAE na Cadeia da Construção, Linha de Crédito para Apoio ao Setor Cerâmico e Gesseiro, voltado para Melhoria Tecnológica e Recuperação da Biomassa Florestal, Linha de Crédito para Apoio ao Setor Cerâmico e Perspectivas do Estado de Sergipe para o Setor Cerâmico.

"O evento tem como objetivo discutir politicas públicas que priorizem a disseminação de boas práticas no ramo ceramista e contribuam com o incentivo de ações sustentáveis incentivando o uso eficiente da lenha que é consumida no processo da queima dos artefatos cerâmicos", informou o gestor do Núcleo de Estudos e Projetos do SergipeTec, Francisco Pedro de Jesus Filho

O projeto já cumpriu etapas importantes com a preparação de 10 engenheiros florestais em Produção Mais Limpa (P+L) e capacitação para os empresários de cerâmicas em Sergipe através de um curso de 180 horas de assistência técnica direta para empresas que participam do projeto. Inicialmente foram atendidos 12 empresários.

A partir de abril do próximo ano o projeto oferecerá uma unidade demonstrativa com tecnologia 3D de cerâmica ecoeficiente que será utilizada na capacitação da disseminação de boas no ramo ceramista.

A estrutura do curso de capacitação foi apresentada aos ceramistas pelo Gestor do Núcleo de Estudos e Projetos do SergipeTec, Francisco Pedro de Jesus Filho, durante evento realizado no dia 29 de outubro pelo Sindicer no auditório da Federação das Indústrias de Sergipe.

No período de 3 de novembro a 5 de dezembro, o projeto realizou o Curso de Capacitação de Empresários para Boas Práticas de Cerâmicas em Sergipe nos pólos situados nas cidades de Itabaianinha, Propriá e Itabaiana.

Através dos cursos gratuitos, foram capacitados 80 profissionais de cerâmicas do Estado de Sergipe nas cidades de Itabaianinha, Propriá, Itabaiana. A atividade foi executada em dois momentos. A primeira parte no incio de novembro e outra em dezembro.

Fonte: Ascom Sergipetec

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais