Comerciantes pedem ajuda pública para evitar demolições

0
(Foto: Reprodução/Portal Infonet)

Os donos dos bares, localizadas na Orlinha da Coroa do Meio e na Rodovia José Sarney, continuam mobilizados contra a ação do Ministério Público Federal (MPF) que pode terminar em demolições dos estabelecimentos.

Na manhã desta quinta-feira, 20, o secretário da Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e Empresa Sergipana de Turismo (Emsetur), Adilson Junior, recebeu um dos representantes dos proprietários dos estabelecimentos, Paulo Oliveira, e representantes da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema).

Através de esclarecimentos enviados à imprensa, os representantes do governo afirmaram que buscarão uma solução negociada para a manutenção dos bares, respeitando o meio ambiente. De acordo com o secretário de Estado da Comunicação, Sales Neto, o governador Jackson Barreto determinou que os órgãos de estado se colocassem a disposição dos comerciantes para que se chegue a uma adequação que não prejudique os proprietários e nem traga danos ao meio ambiente.

O presidente da Adema, Wanderlê Correia, destacou que as adequações necessárias a serem discutidas na busca de um entendimento com MPF devem considerar as especificidades dos dois locais, orlinha da Atalaia, mais conhecida como orlinha da Coroa do Meio e a região da Sarney. Para o presidente do órgão, a caracterização dos espaços como área de preservação permanente deve ser revista.  O secretário de Estado do Turismo, Adilson Júnior, reforçou a preocupação do Governo com a questão, que traz apreensão para o turismo e para a economia no estado, sendo principalmente uma questão social, em virtude dos empregos gerados naqueles locais.

São réus do processo os proprietários de 49 bares localizados na Rodovia José Sarney e 16 bares da Orlinha da Atalaia, o Município de Aracaju, a Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), a Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) e a União.

Confira o vídeo com a matéria

A matéria foi alterada às 18h06 para acréscimo de informação enviada pelo Governo do Estado.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais