Fechamento da Fafen prejudicará até pacientes renais

0
Fafen na meta da política de desenvestimento do Governo Federal (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Os riscos para a economia, para o desenvolvimento social do Estado de Sergipe e até a pacientes renais, que dependem de insumos produzidos pela Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen), são os principais pontos destacados em relatório construído pelo Governo de Sergipe para sensibilizar o Governo Federal e convencê-lo a desistir da política de desinvestimento da Petrobras, que tem o fechamento da Fafen nos Estados da Bahia e Sergipe como uma das principais metas.

Este relatório foi produzido pelo grupo de estudos criado pelo então governador Jackson Barreto e teve continuidade na gestão de Belivaldo Chagas, com participação de técnicos, empresários e representantes de diferentes segmentos. O diagnóstico foi concluído e o relatório encaminhado para os deputados e senadores que formam a bancada sergipana no Congresso Nacional e também para o próprio presidente da república, Michel Temer, e para a diretoria da Petrobras.

De acordo com informações do secretário José Augusto Pereira, de Desenvolvimento e Ciência e Tecnologia do Estado de Sergipe, o fechamento da Fafen trará danos irreparáveis. Estes riscos, conforme frisou, não estão restritos à economia. O primeiro alerta contido no relatório, segundo José Augusto, está relacionado à suspensão da produção de diversos componentes usados por motores de caminhão para controlar a emissão de poluentes no meio ambiente. Produto que deixará de ser produzido  no Brasil, caso haja o fechamento da Fafen, segundo o secretário.

Outro ponto destacado no relatório está relacionado à produção de insumos destinados ao processo de hemodiálise para o atendimento a pacientes renais crônicos, cuja matéria-prima é fornecida pela Fafen. Com o fechamento da unidade, na ótica do secretário, o produto também deixa de ser fabricado no Brasil, causando sérios transtornos e até risco de morte dos pacientes que necessitam destes procedimentos.

Produção de carne

Há ainda, conforme o secretário, impactos para a agricultura e também para a pecuária. Com o fechamento da Fafen, deixa-se de produzir ureia, insumo usado para fomentar a agricultura e também para a alimentação do gado. O secretário alerta que não há, no mercado internacional, insumo que o substitua, o que poderá trazer consequências danosas para a produção de carne no Brasil.

O transporte de amônia também será afetado. Atualmente, conforme o secretário, este transporte é feito por dutos. Com o fechamento das unidades da Fafen, o transporte passa a ser feito por terra. E, como consequência, haverá aumento de risco de acidentes nas rodovias brasileiras. “Foi uma decisão sem juízo”, conceitua o secretário, fazendo referência à iniciativa do Governo Federal em decidir pelo fechamento da Fafen nos Estados de Sergipe e Bahia.

Há uma expectativa de ocorrer no mês de setembro uma reunião do governador Belivaldo Chagas com a diretoria da Petrobras e ainda uma audiência pública que está sendo articulada por deputados e senadores contrários à medida. A audiência pública também não tem data definida e deverá ocorrer em Brasília.

Petrobras

A Petrobras informa por meio de nota que: “A Fafen Sergipe opera com segurança, em consonância com as normas legais e com 80% da capacidade de produção. A unidade prossegue produzindo ureia regularmente. A Petrobras está atenta à importância do produto para a pecuária nacional.

A produção de dióxido de carbono também continua regular. A companhia esclarece que o fornecimento deste insumo para produção de bicarbonato de sódio para uso em bolsas de hemodiálise é um assunto em estudo e que o mercado conta com outros fornecedores além da Petrobras. As alternativas para atendimento deste mercado estão sendo avaliadas com apoio da Petrobras.

A Petrobras permanece em diálogo com representantes do governo de Sergipe e da Federação das Indústrias do Estado para discutir alternativas ao assunto. As reuniões começaram em março e continuam sendo realizadas”.

Por Cassia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais