Mesmo com alta nos preços, cesta básica em Aracaju é a mais barata

0

Aracaju é a única com cesta básica custando menos de R$ 200
Mesmo com alta, a cesta básica em Aracaju continua sendo a mais barata dentre as 17 capitais onde o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) pesquisa os preços dos produtos alimentícios essenciais. Houve queda apenas em nove das cidades. A capital sergipana foi a única onde os produtos básicos custaram menos de R$ 200,00 – o valor apurado é de R$ 190,66.

São Paulo continua a cidade mais cara quando os preços da cesta básica são comparados por capital. Em fevereiro, a cesta custou R$ 261,18 na capital paulista. Porto Alegre, cuja cesta apresentou aumento de 0,71%, foi a segunda cidade mais cara (256,51); Manaus, a terceira, com R$ 252,75, e Brasília, a quarta, com R$ 250,48. Houve queda em Brasília (-2,02%) e Florianópolis (-2,07%). Houve alta em Aracaju (4,32%), Curitiba (3,36%) e Recife (3,20%).

Com base no custo mais elevado apurado para a cesta básica, no caso a de São Paulo, e considerando a determinação constitucional que estabelece que o salário mínimo deveria suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, o Dieese estima mensalmente o valor do salário mínimo necessário. Em fevereiro, o menor valor pago deveria ser de R$ 2.194,18, o que corresponde a 4,06 vezes o mínimo em vigor, de R$ 540,00, valor muito próximo ao de janeiro (R$ 2.194,76). Em fevereiro de 2010, o valor era de 2.003,30 (3,92 vezes o mínimo vigente de R$ 510,00).

Apesar de o preço de vários produtos de maior peso na cesta terem apresentado redução, em Aracaju houve alta: da carne, em 3,43%, do feijão, em 69,01%, do arroz, em 1,76%, do tomate, que ficou 26,67% mais caro. O açúcar aumentou 9,81% e o pão, 2,64%.

Com informações do Dieese

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais