Parceria entre Embrapa, Seagri e Setur foca em roteiros gastronômicos

0
Foto: Seagri

Na última semana, uma videoconferência entre os secretários de Estado do Turismo e da Agricultura, e a Embrapa Alimentos e Territórios, sediada em Maceió (AL), deu início a uma parceria com foco principal em potenciais Roteiros Gastronômicos nos dois estados e em Pernambuco, bem como suas interfaces com os setores do Turismo, Agricultura e Meio Ambiente.

Segundo a Embrapa, a iniciativa se alinha com seu objetivo institucional de gerar pesquisas e soluções tecnológicas para a valorização dos produtos da biodiversidade e desenvolvimento sustentável dos territórios brasileiros, e constitui uma oportunidade de desenvolvimento de um projeto conjunto, com o apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID.

Sobre o encontro preliminar dos gestores sergipanos com o técnico da Embrapa, Ricardo Elesbão, o Secretário de Estado da Agricultura, André Bomfim, destacou que a proposta da parceria gera perspectivas positivas de valorização de atividades típicas de determinadas regiões do Estado, como a pesca do Baixo São Francisco e as queijarias do Alto Sertão.

“A exploração de roteiros gastronômicos associados ao turismo rural tende a gerar uma cadeia de desenvolvimento nessas regiões a partir da geração de renda de muitas comunidades rurais, que por vezes possuem baixo IDH. Nesse caso, devem ser envolvidos pescadores, marisqueiras e as cadeias produtivas dos engenhos e do artesanato. Algumas dessas rotas já estão bem consolidadas. Pretendemos fortalecer os roteiros já existentes, juntamente com a Setur, e ampliar para novas atividades, quando passar essa fase de pandemia”, disse André.

Ricardo Elesbão explica que a demanda surgiu da unidade nova da Embrapa, ‘Alimentos e Território’, que apesar de sediada no estado vizinho, tem atuação nacional. “Essa é uma unidade que está muito envolvida com a temática do turismo. A Embrapa sempre foi mais voltada para os setores agrícolas, e esse casamento do turismo com o agricultor é algo que já existe há muito tempo em outros países, como na Europa, por exemplo, então, a nossa unidade nasce também partindo disso. Já tem quase um ano que estamos conversando com o Banco Interamericano de Desenvolvimento, e esse foi o motivo de nosso encontro com o secretário André Bonfim, para trabalhar um projeto que envolve a consolidação de rotas turísticas envolvendo a agricultura e a gastronomia, pensando em roteiros turísticos que pautem a questão agrícola”, revela.

Ainda segundo o técnico da Embrapa, em Sergipe, despertaram o interesse da unidade os engenhos, a produção de cachaça, de queijos, também foi levantada a questão das marisqueiras, “A ideia é que a gente possa, a partir do projeto, dar suporte à governança dessas comunidades, onde existe essa produção, para que possam se consolidar enquanto regiões aptas a receber o turista. Esse projeto começou pensando, inicialmente, nas possibilidades de roteiros turísticos e rotas agrícolas. No final do ano passado, o Banco pediu uma adequação do projeto, que continua com a mesma temática, mas agora com essa preocupação pós-pandemia, que surgiu nos últimos 30 dias. Essa é a nossa ideia, uma proposta que envolve Sergipe, Alagoas e Pernambuco, para fomentar esses novos roteiros turísticos, unificando-os à questão agrícola”, detalhou Ricardo Elesbão.

De acordo com o secretário José Sales Neto, que já vinha como secretário interino e foi efetivado na pasta do Turismo neste mês de maio, a SETUR vislumbra resultados positivos para a parceria e considera que o apoio ao turismo rural é de extrema importância para toda a cadeia produtiva. “Esse projeto da Embrapa com o BID vem ao encontro de um planejamento que já estamos desenvolvendo para a consolidação e formação de roteiros nesta área. A gastronomia tem potencial pra alavancar os roteiros de turismo rural e a parceria com a Secretaria de Estado da Agricultura cria a sinergia positiva necessária, pois integra o agricultor familiar nessa cadeia. Tem tudo pra dar certo. Tem tudo para ser um sucesso”, avaliou Sales.

Fonte: Núcleo Social do Governo de Sergipe

Comentários