Produção de soja em Sergipe começa a atrair empresários

0

Paulo Melo, gerente de negócios de Itabaiana, e Ronald Schoenherr, cliente do Banco do Nordeste
Sergipe nunca foi Estado-modelo em produção de soja, tanto que até algum tempo, técnicos e especialistas desencorajavam o plantio do produto em Sergipe. Considerado um produto de difícil adaptação na região, poucos produtores aventuravam-se a plantar o vegetal. Mesmo assim, alguns produtores estão começando a investir na produção de soja: o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) financiou este semestre um dos primeiros produtores a investir nessa atividade, realizando seu primeiro empréstimo para o plantio de soja em Sergipe.

 

Segundo a gerente da agência do BNB de Itabaiana (SE), Norma Ramos, unidade responsável pelo financiamento, a atividade promete ser uma das mais promissoras para a geração de renda no Estado e já há procura de novos empresários pelos financiamentos. A soja é o principal produto de exportação do agronegócio brasileiro, com US$ 1,118 bilhão em exportações até agosto de 2005, 10% acima do valor exportado neste mesmo período em 2004.

 

Para o superintendente do BNB, Saumíneo Nascimento, “o financiamento da soja é uma contribuição para inserção da região Nordeste na economia mundial, como forma de se alcançar uma melhoria significativa na dinâmica econômica e nos indicadores do bem-estar social da região Nordeste, além da desejada eficiência da ação financiadora”.

 

Um proprietário de uma empresa de insumos agrícolas, Ronald Schoenherr, foi o primeiro a correr o risco. Produtor de milho em Nossa Senhora das Dores (SE) há cerca de 5 anos, Ronald decidiu investir no produto, ao acompanhar as primeiras experiências bem-sucedidas no seu plantio em Arapiraca (AL), no ano passado. Durante toda esta semana, o empresário esteve realizando a sua primeira colheita, que superou as expectativas em relação à qualidade do produto.

 

SOJA – A soja é muito utilizada na produção de rações para animais. As principais clientes do empresário são as empresas avícolas Asa Branca e Luna Avícola, que já compraram toda a sua produção: antes, elas compravam a soja dos Estados vizinhos. Segundo Ronald, no primeiro ano, a produção de soja em sua propriedade irá render 40 sacas por hectare. Atualmente o preço da saca de soja custa entre R$ 33,50 e 40 reais.

Comentários