Sefaz implanta novo sistema de gestão para todos os poderes públicos de Sergipe

0

Desde a manhã desta quarta-feira, dia 14, a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) colocou à disposição dos gestores das áreas de planejamento e contabilidade dos órgãos públicos o link de acesso ao i-Gesp – Sistema de Gestão Pública, o novo sistema de controle financeiro, que passa a ser utilizado por todos os poderes públicos do Estado de Sergipe.

A abertura do link marca a efetiva entrada em operação do sistema para todos os entes públicos dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, incluindo Tribunal de Contas e Ministério Público, que passam, a partir de agora, a consolidar a proposta orçamentária para 2011 através do i-Gesp. 

A estrutura orçamentária para ano de 2011 já foi elaborada conforme o planejamento inicial dos entes públicos e com a entrada em operação do i-Gesp os técnicos responsáveis pelas unidades de planejamento passam a fazer toda a revisão cadastral para atualização dos programas e ações dentro do novo sistema.

Concluídas as etapas iniciais de construção do sistema e de treinamento e capacitação, efetivamenteo i-Gesp passa a ser utilizado pelos gestores, inicialmente para a revisão cadastral dos programas e ações. Esta revisão acontece até o próximo dia 20 e não envolve alteração de valores. É apenas para a parte de planejamento. Entre os dias 29 de julho e 19 de agosto começa a fase que denominamos pactuação, em que os gestores podem fazer a redistribuição orçamentária nos projetos e ações.

A partir de janeiro de 2011, o Safic será totalmente desativado e o i-Gesp passará a ser o sistema de execução orçamentária oficial do Estado de Sergipe, utilizado pelos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, assim como Tribunal de Contas e Ministério Público.

Sobre o sistema

O
i-Gesp – Sistema de Gestão Pública é O i-Gesp é uma ferramenta de gestão integrada implantada para oferecer mais agilidade e transparência na utilização dos recursos públicos, em substituição ao Safic, usado há mais de 20 anos e totalmente defasado diante das demandas e necessidades que a nova gestão pública exige.

Fonte: Ascom/Sefaz

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais