Sergipe terá a 3° fábrica da Estrela no Brasil

0

Déda ao lado do presidente da Estrela, Carlos Tilkian
A terceira fábrica de brinquedos da Estrela no Brasil será instalada em Sergipe, mais especificamente em Serra do Machado, município de Ribeirópolis. A assinatura para implantação da fábrica foi feita no início da tarde desta sexta-feira, 19, na Federação das Indústrias de Sergipe (Fies), com a presença do governador Marcelo Déda, do presidente da Estrela, Carlos Tilkian, e do empresário João Carlos Paes Mendonça, que está trazendo a fábrica para o Estado.

“Tenho certeza que vamos transformar Serra do Machado, Ribeirópolis e a vizinha Moita Bonita. Estou muito orgulhoso disso e de ser sergipano”, ressaltou João Carlos Paes Mendonça. Ele contou que por pouco a fábrica não foi instalada em Pernambuco, mas através dos

João Carlos Paes Mendonça ao lado de Déda
contatos com o amigo Carlos Tilkian conseguiu fazer com que mudasse de idéia. “Em vez da querida Pernambuco a Estrela vem para nosso lindíssimo Sergipe”, comemorou o empresário.

A fábrica da Serra do Machado será a primeira do Nordeste. Carlos Tilkian explica que Sergipe ofereceu condições favoráveis para a instalação da fábrica. “Nós precisávamos de um local estratégico para atender todo o Nordeste e Sergipe possui uma localização estratégica em relação aos outros Estados. Houve também um investimento muito grande do Governo para isso”, ressaltou Tilkian.

Assinatura de contrato foi feita durante almoço na Fies
Para o governador Marcelo Déda, a vinda da Estrela para o Estado irá incentivar outras marcas a optarem por Sergipe. Durante a solenidade Déda fez questão de parabenizar João Carlos Paes Mendonça e não poupou elogios para o empresário. “Este sergipano é uma referência na economia brasileira”, destacou.

Estrela em Sergipe

O investimento de instalação da fábrica será de R$ 11,1 milhões, dos quais R$ 8,9 milhões será através financiamento do BNB. A nova fábrica será instalado numa área de 10.650m² na Serra do Machado, onde o Grupo JCPM atua há 20 anos com trabalho social. A expectativa é que a fábrica gere inicialmente 154 empregos diretos para a região, podendo chegar a 315 novas vagas de trabalho

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais