Texto sobre turismo da Gazeta Mercantil repercute no trade

0

Teve boa repercussão no trade turístico a matéria publicada na “Gazeta Mercantil”, sobre as potencialidades de Sergipe. O jornalista conseguiu resumir de forma prática as potencialidades principais do Estado. É claro que Sergipe tem muitas outras opções e até mais belas, mas hoje os destinos mais comercializados são exatamente Xingó
e Mangue Seco. 

Alguns empresários do trade entendem que já é hora de pensar em, ao invés de vender as “dunas baianas” (expressão usada na matéria da Gazeta), criar o destino da Praia do Saco, que possui dunas tão belas quanto as vizinhas, está entre as 100 praias mais belas do planeta e fica em Sergipe, gerando emprego, renda e impostos do lado de cá. Se houver a união entre governo Estadual, Prefeitura de Estância, trade turístico e empresários da região é possível tornar a praia do Saco o destino mais visitado pelos turistas que vêm a Sergipe. Lá teríamos o passeio de escuna, a praia (muito melhor do que em Mangue seco), as dunas, o rio Real, mas faltariam algumas providências e investimentos.

As agências de receptivo e guias turísticos precisariam levar o turista para lá, ao invés de Mangue Seco e para isso precisaria do mínimo de infra-estrutura e aí cabe aos empresários da região, com financiamentos do Banese, que tem o papel de fomentar o desenvolvimento local, investir na construção de um bom restaurante e na aquisição de bugres para os passeios por entre as dunas. Caberia ao Governo a construção de um ponto de apoio ao turista, dotado de banheiros, lanchonetes, restaurante, chuveiros, etc. Pronto, com essas poucas ações teríamos a praia do Saco como um destino para os sergipanos e para os turistas.

É natural que aqueles que não gostam de sair da zona de conforto e de mudar hábitos serão reativos e acharão um absurdo essas idéias, mas aqueles que fizerem um exercício de sergipanidade verão a importância de vendermos o nosso Estado e se sentirão frustrados, assim como eu, ao ler a reportagem fielmente escrita da “Gazeta Mercantil” que faz algumas afirmações que incomodam a um bom sergipanos: “as dunas de Mangue Seco, o destino mais sergipano da Bahia” ou essa outra, “um dos destinos mais procurados pelos turistas que visitam Aracaju, está, na verdade, na Bahia”. Cabe agora ao setor público e privado a união de forças para criar os nossos destinos de praia e torná-los tão visitados quanto os que ficam no outro lado do rio.

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais