Professores fazem acordo, mas aulas continuam suspensas em Canhoba

0
Professores fazem assembleia e prometem retornar à prefeitura na segunda-feira (Foto enviada pelos manifestantes)

Os professores da rede pública municipal de Canhoba acataram a proposta do prefeito Manoel Messias Guimarães e decidiram desocupar a sede da prefeitura, mas as aulas continuam suspensas. De acordo com informações do professor Aerton Luiz Soares, coordenador de formação e educação da subsede de base do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Sergipe (Sintese), o prefeito voltou a conversar com os manifestantes na sede da prefeitura no final da tarde da quinta-feira, 13, e fez a proposta de encaminhar projeto de lei à Câmara Municipal de Vereadores estabelecendo critérios para fazer a revisão do piso salarial do magistério, que está congelado desde o ano de 2017.

O professor alerta que os professores, em assembleia geral, decidiram acatar a proposta, mas as aulas só serão retomadas quando o projeto de lei for efetivamente aprovado pela Câmara de Vereadores. Na próxima segunda-feira, 17, os professores farão uma nova concentração na porta da prefeitura, com a pretensão de seguir para a Câmara Municipal, acompanhando o prefeito até o protocolo da projeto junto ao Poder Legislativo Municipal.

O Portal Infonet vem tentando contato com o prefeito desde os primeiros momentos em que os professores ocuparam a sede do Poder Executivo Municipal, mas não obteve êxito. Nesta sexta-feira, 14, o Portal Infonet voltou a tentar contato, mas o prefeito não atendeu aos telefonemas para explicar detalhes sobre esse projeto de lei e se manifestar a respeito das reivindicações dos professores.

De acordo com o sindicalista Aerton Luiz, o prefeito se comprometeu a encaminhar um projeto de lei específico contando a proposta para fazer a revisão do piso referente ao exercício de 2018 e 2019, com pagamento da diferença de forma imediata. E, posteriormente, abriria novo canal de negociação para verificar outras pendências com relação ao piso salarial.

E, com relação à estrutura física das escolas municipais, o prefeito teria se comprometido a retomar as obras de manutenção e apresentaria um calendário específico, de acordo com a situação de cada estabelecimento de ensino mantido pela prefeitura para da sequência as reformas necessárias.

O Portal Infonet permanece à disposição do prefeito. Informações podem ser enviadas por e-mail jornalismo@infonet.com.br ou por telefone (79) 2106 – 8000.

 

por Cassia Santana

 

Comentários